Posts com Tag ‘Marketing’

Greve de Bigode

Publicado: 24/07/2009 por rapidoerasteiro em Comunicação & Marketing
Tags:, , , ,

por Marcus Rocha

Definitivamente, a internet cada dia mais se consolida como um meio democrático para as pessoas expressarem duas idéias. Digo isso pois, a partir de mais uma enxurrada de denúncias no Congresso Nacional, dessa vez envolvendo o atual Presidente do Senado (e ex-presidente da República), José Sarney, um grupo de pessoas teve a criativa e muito bem-humorada iniciativa de lançar o blog “Greve de Bigode“.

A idéia do Blog Greve de Bigode é a seguinte: enquanto o Senado manter o bigode (ou seja, Sarney), nós também manteremos os nossos bigodes (naturais, ou artificiais, cada um escolhe o seu). Se você tem um bigode legal, acesse o Blog e envie a sua foto “bigodística” para o pessoal.

Ah, a iniciativa está tendo um impacto tão grande que até o Jornal britânico “The Guardian” publicou uma notícia falando disso.

E você, vai entrar nessa “Greve”?

por Marcus Rocha

Nos últimos dias começou a circular nas emissoras de TV o comercial do Novo Ford Fusion, uma peça muito interessante. O mais bacana na peça é utilizar um ritmo diferente do qual estamos acostumados na maioria das propagandas de automóveis. As tomadas são mais longas, o sincronismo das imagens é muito bem executado, e há pouquíssimo diálogo, apenas uma pergunta emblemática: “e você, onde pretender estar daqui a 5 anos?”. Claro que, como toda boa propaganda para a TV, a surpresa está no final, e é aí que uma idéia muito simples se transforma em uma sacada quase genial. Coisas da publicidade…

Vale a pena destacar a trilha sonora, embalada pelo “clássico do rock” Back in Black do AC/DC.

Também vale um acesso ao site no endereço https://www.ford.com.br/fusion_default.asp

A campanha mostra que a Ford está investindo não apenas no presente comprador, mas também nos futuros compradores de sedans de luxo.

Por fim, que tal assistirmos ao vídeo?

por Marcus Rocha

Uma das principais dúvidas em relação a iniciativas de marketing na web 2.0 é o cálculo do ROI – Retorno sobre o Investimento. Apesar da possibilidade de se medir quase tudo na internet, muitas das ações acabam ficando sem indicadores objetivos, ou até mesmo sem nenhum indicador.

Ações no Twitter são um exemplo disso. Realmente, a ferramenta de microblogging é um excelente canal de relacionamento não apenas entre pessoas, mas também entre empresas e pessoas. Assim, muitas empresas pegaram carona nessa “moda” das Redes Sociais e começaram a investir nisso. A parte boa é que essas empresas parecem realmente ter a vontade de estabelecer relacionamentos com o seu público. O problema é que essas ações na sua grande maioria não têm objetivos muito claros e, portanto, depois de um tempo acabam esfriando ou são canceladas para que os recursos sejam investidos em ações de retorno mais concreto.

Mas parece que algumas empresas estão realmente entendendo que a web 2.0 deve ser utilizada pelas empresas como mais um canal de relacionamento com o seu público-alvo, que deve ser coerente com todas as demais ações estratégicas das mesmas. Na semana passada eu li no Blog Idéia 2.0 que a Dell já tem um modelo de negócios no Twitter, e já conseguiu medir cerca de 3 milhões de dólares em faturamento a partir de compras iniciadas pela ferramenta de microblogging, especificamente para a linha “Dell Outlet”, que vende computadores recondicionados por preços mais baixos.

A Dell realmente descobriu “o pulo do gato” do uso do Twitter: por vender computadores recondicionados, o estoque da Dell Outlet é bastante variável. Portanto, o Twitter cai com uma luva para avisar sobre novidades, promoções e até para dar cupons de desconto virtuais para os seguidores. Ou seja: a Dell seguiu à risca as boas práticas para o uso de tecnologia, considerando um objetivo claro, um estudo/revisão dos processos, a busca da ferramenta mais aderente e, por fim, a implantação do sistema como um todo, onde as pessoas são peças chave.

Para quem se interessou, basta acessar o perfil @DellOutlet no Twitter e conferir.

Novo link fazendo a diferença

Publicado: 18/05/2009 por rapidoerasteiro em Outros
Tags:, , , ,

Quem também está fazendo a diferença é o nosso amigo e colega, professor Fernando Palermo.

Recomendados o Blog Fala Palermo, que segundo o próprio autor é “um blog de palavras e idéias”. Tem muitas dicas sobre comunicação e marketing, entre outros assuntos interessantes e está lá na nossa lista de “links que fazem a diferença”.

Com certeza, vale a pena o acesso periódico ao blog.

por Marcus Rocha

Para quem estuda o marketing na internet, com certeza já deve ter se deparado com o case Zona Incerta, do Guaraná Antárctica. Apesar de ter grande disseminação via internet, contando com o fenômeno do Marketing Viral, o Zona Incerta foi uma iniciativa multimídia (utilizou até cartazes nas ruas), sendo considerado um ARG (“Alternate Reality Game”, ou “Jogo de realidade alternativa”, em tradução livre). ARG, portanto, não tem nada a ver com Argentina, é uma tática de marketing muito utilizada por grandes empresas para promoção de produtos, ou lançamentos especiais. A parte interessante é que o “jogo” acontece na vida real, a partir de pistas plantadas em diversos lugares, principalmente na internet. E é utilizada por grandes empresas porque precisa utilizar vários veículos/mídias/meios de comunicação e, portanto, o orçamento normalmente não cabe no caixa de empresas menores.

O primeiro ARG que se tem notícia foi realizado para promover o filme “Inteligência Artificial”, de Steven Spielberg. O jogo teve duração de aproximadamente quatro meses e contou com a participação de mais de 7.000 pessoas, que dedicavam muitas horas de seus dias à solução de enigmas e busca de pistas sobre diversos personagens fictícios.

Voltando ao Zona Incerta, a história começou com a criação do site www.zonaincerta.com.br pelo cientista Miro Bittencourt, para decifrar documentos antigos escritos em código. De repente, cartazes começam a aparecer em várias cidades do Brasil e o suposto cientista (que nem existia) sumiu, deixando o site para o seu irmão, Gastão Bittencourt. Daí em diante, seguem-se vários episódios dignos de filmes de mistério, culminando com a descoberta de uma ONG que estava associada à empresa Arkhos Biotech, que dizia querer privatizar a Amazônia. O impacto da campanha foi tão grande que ecoou até no Senado, com um inflamado discurso do Senador Arthur Virgílio contra a Arkhos.

Enfim, o site Zona Incerta continua no ar e para quem não conhece a história, recomendo uma visita, que tem o resumo dos principais momentos da “trama”. Entre esses momentos, segue abaixo vídeo do Youtube, com uma suposta reunião na Arkhos, para discutir a compra da Amazônia:

Marketing Viral

Publicado: 04/05/2009 por rapidoerasteiro em Comunicação & Marketing
Tags:, ,

por Marcus Rocha

Antes de qualquer coisa, o termo acima não tem nada a ver com a publicidade da mais nova gripe, mas sim com um fenômeno que é estudado pelos especialistas de marketing há algum tempo, principalmente com a consolidação da internet.

Você sabe aquela notícia, e-mail, vídeo, ou página da internet que você achou legal e encaminhou para os seus amigos? Então, provavelmente não será apenas você que fará isso e, assim, essas coisas começam a virar a sensação da rede rapidamente. Quando isso acontece, dizemos que algo “viraliza”, já que o comportamente de receber 1 conteúdo e encaminhá-lo para várias pessoas parece o mecanismo de reprodução de um vírus.

Esse fenômeno acabou sendo percebido pelos especialistas em Marketing, que resolveram utilizá-lo em campanhas publicitárias, criando o que hoje se chama Marketing Viral.

Sobre o assunto, recomendo o blog Sim Viral, do meu colega Rafael Ziggy, que trata deste assunto, principalmente. Vale realmente a leitura periódica do site.

Eu também já coloquei alguns posts sobre o assunto Marketing Viral no meu outro Blog, o Rápido e Rasteiro, para quem tiver curiosidade sobre esse fenômeno.